o Que Me Faz Feliz

Imaginando ūü§Ē se o seu papel √© totalmente original?

verifique com nossa nova ferramenta!

Tente agora

Por Nicholas Klacsanzky

Que a felicidade √© dito ser universal, ele pode ser derivado por in√ļmeras coisas e a√ß√Ķes. Cada pessoa tem fen√īmenos espec√≠ficos que desencadeiam a felicidade nele. Neste ensaio, gostaria de me esfor√ßar para explicar o que me faz pessoalmente feliz. Parece que a maior felicidade que ganhei √© ver outras pessoas se tornarem felizes. H√° um ditado que diz que voc√™ n√£o conhece a felicidade at√© se sacrificar pelos outros. Eu acredito neste sentimento de todo o cora√ß√£o. Quando voc√™ d√° algo a algu√©m, ou se voluntaria, ou coloca sua vida em perigo para os outros, voc√™ ganha uma sensa√ß√£o de satisfa√ß√£o que √© dif√≠cil de duplicar. A revista Time tem isso a dizer sobre dar e sua corre√ß√£o para a felicidade: “A pesquisa cient√≠fica fornece dados convincentes para apoiar a evid√™ncia aned√≥tica de que dar √© um caminho poderoso para o crescimento pessoal e a felicidade duradoura. Atrav√©s da tecnologia fMRI, agora sabemos que dar ativa as mesmas partes do c√©rebro que s√£o estimuladas por alimentos e sexo. Experimentos mostram evid√™ncias de que o altru√≠smo √© conectado ao c√©rebro‚ÄĒe √© prazeroso. Ajudar os outros pode ser apenas o segredo para viver uma vida que n√£o √© apenas mais feliz, mas tamb√©m mais saud√°vel, mais rica, mais produtiva e significativa” (Santi, Jenny). Embora seja um pouco paradoxal, ganhar a maior felicidade geralmente √© quando n√£o estamos preocupados com nosso pr√≥prio bem-estar, mas com o bem-estar dos outros. Outro ato que me proporciona felicidade √© ser criativo. N√£o importa se estou cantando, escrevendo ou tocando Percuss√£o, eu obtenho felicidade disso. Por qu√™? Acredito que a natureza espont√Ęnea de criar algo bonito, interessante, profundo e expressivo constr√≥i uma sensa√ß√£o de contentamento dentro de um indiv√≠duo. Fazer algo criativo tamb√©m √© terap√™utico, e a terapia geralmente d√° lugar √† felicidade no final. O site Greatist diz que, “alguns psic√≥logos falam sobre “fluxo”, ou ficar t√£o imersos no trabalho criativo que n√£o prestamos aten√ß√£o a mais nada, como a que horas s√£o ou como nosso corpo se sente. Esses especialistas argumentam que entrar em um estado de fluxo pode produzir felicidade substancial, do tipo que dura mais do que o prazer que obtemos ao comer um bom biscoito” (Lebowitz, Shana). O que tamb√©m √© dar alegria √© ver as pessoas desfrutarem de seus esfor√ßos criativos. N√£o me lembro quantas vezes eu vi as pessoas dan√ßarem enquanto estou tocando percuss√£o e vendo a emo√ß√£o em seus rostos enquanto elas se soltam, e isso reverberando de volta para mim como felicidade. Tamb√©m n√£o me lembro quantas vezes vi pessoas ponderarem sobre minha poesia e ensaios, e obter uma sensa√ß√£o de felicidade quando enriquece suas vidas. Se criarmos apenas para n√≥s mesmos, estamos apenas ganhando metade da felicidade dispon√≠vel da criatividade, se n√£o menos.

a amizade profunda tamb√©m est√° no topo da minha lista do que me faz feliz. Uma grande amizade pode fazer voc√™ se sentir como se estivesse realmente conectado com outro ser humano. Isso √© essencial, pois muitas vezes passamos pela vida pensando que s√≥ nos familiarizamos com as pessoas ou temos a ilus√£o de amizade. Quando encontramos uma pessoa com quem podemos nos conectar em muitos n√≠veis, sentimos que encontramos uma alma g√™mea. De acordo com Happify, ” um estudo da Harvard Medical School com 5.000 pessoas ao longo de 20 anos descobriu que a felicidade de uma pessoa se espalha por seu grupo social at√© tr√™s graus de separa√ß√£o, e que o efeito dura at√© um ano. Por outro lado, a tristeza n√£o √© t√£o contagiosa: embora ter um amigo feliz melhore sua probabilidade de ser feliz em 15%, ter algu√©m infeliz reduz suas chances em apenas 7%” (Happify.com). sem encontrar um verdadeiro amigo, podemos facilmente nos sentir sozinhos nesta vida. A solid√£o nunca √© um sinal de felicidade. Assim, para sermos felizes, precisamos conquistar uma amizade profunda. Quando dou aos outros, quando sou criativo, e quando experimento profunda amizade, sou o mais feliz. Sem esses tr√™s aspectos da minha vida, n√£o poderia dizer que sou uma pessoa feliz. Obrigado por ler este ensaio, e espero que tenha lhe dado alguma perspectiva de como ser uma pessoa feliz.

Santi, Jenny. “O segredo da felicidade √© ajudar os outros.”Tempo, Tempo, 4 Agosto. 2017, time.com/4070299/secret-to-happiness/.

Lebowitz, Shana. “As Raz√Ķes Cient√≠ficas Pelas Quais Ser Criativo Pode Torn√°-Lo Mais Feliz.”Greatist, Greatist, 6 de junho de 2016, greatist.com/happiness/how-creativity-makes-us-happier.

” por que os amigos nos tornam pessoas mais felizes e saud√°veis.”Happify.com, www.happify.com/hd/why-friends-make-us-happier/.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.